Início » Qual O Salário Mínimo Argentina 2022?

Qual O Salário Mínimo Argentina 2022?

*** Os números apresentados foram baseados na cotação do dólar às 18h20 em 4 de julho

Estes são os salários mínimos da América Latina no segundo semestre de 2022

Qual O Salário Mínimo Argentina 2022?

Bloomberg Línea — A economia global enfrenta um momento muito particular neste ano em meio aos temores de uma recessão generalizada. Os altos níveis de inflação se misturam aos aumentos das taxas de juros aliados à força do dólar e aos choques de oferta que não se recuperaram totalmente da crise gerada pelo coronavírus, além dos impactos da guerra na Ucrânia, o que levou tudo ao limite.

É nesse contexto que os salários mínimos têm se movimentado na América Latina, bem como o poder aquisitivo atrelado à cesta básica de cada país.

Dos países detalhados a seguir, o Chile é onde se pode comprar mais cestas básicas com um salário mínimo, enquanto na Venezuela o montante é insuficiente para comprar o básico.

Esta reportagem não pretende comparar os números dos diferentes países, considerando que as cestas básicas têm composições diferentes (em alguns casos há uma cesta familiar e, em outros, uma cesta individual). Este é um exercício ilustrativo do poder de compra em nível doméstico, baseado nos critérios de cada país.

PUBLICIDADE

Quais os salários mínimos da América Latina no início de 2022dfd

Confira como ficam os salários mínimos no Brasil, México, Argentina e outros países da região, além do quanto eles evoluíram

Além disso, deve-se levar em conta que em todos os países os salários mínimos são determinados sob diferentes parâmetros e negociações. Em alguns, o limite mínimo é alterado de tempos em tempos e, em outros, é realizado anualmente.

Nesse contexto, detalhamos abaixo quais são os salários mínimos mensais atuais em alguns dos principais países da região para o segundo semestre de 2022 – e para que eles ainda são suficientes.

Argentina

Mais de dois salários mínimos para comprar uma única cesta básicadfd

*** Os números apresentados foram baseados na taxa de câmbio do dólar às 18:00 em 4 de julho, e uma taxa de câmbio paralela do dólar de 260 pesos argentinos a US$ 1

PUBLICIDADE

O salário mínimo de um trabalhador argentino em junho deste ano é de 45.540 pesos argentinos por mês, que em dólar oficial é de cerca de US$ 361, embora ao tomar o dólar paralelo (uma modalidade de negociação de câmbio extraoficial), como parâmetro, o valor cai para US$ 175. Seguindo um acordo assinado por sindicalistas e empresários, coordenado pelo Ministério do Trabalho, entre março e dezembro deste ano o país deve registrar um aumento salarial de 45%. Nesse sentido, em agosto o salário deverá chegar a US$ 47.850 (US$ 379 ou US$ 184 no dólar paralelo).

Segundo o Instituto Nacional de Estatística e Censos, o custo da cesta básica no país registrou alta de 4,6% em maio. Assim, uma família de dois adultos e dois menores em idade escolar precisa de US$ 44.499 pesos argentinos (US$ 353 ou US$ 171 no dólar paralelo) para não cair em situação de indigência, ou seja, quase um salário mínimo atual.

Se falamos de uma cesta básica completa, uma família de quatro pessoas (dois adultos e duas crianças, por exemplo) precisa de mais de dois salários mínimos, já que o gasto é de 99.677 pesos (US$ 791 ou US$ 383 no dólar paralelo). Ou seja, na Argentina, dois adultos com dois salários mínimos não ganham o suficiente para sustentar uma “família padrão” acima da linha da pobreza.

Qual era o panorama começo do ano?

Em 3 de janeiro de 2022, o salário mínimo na Argentina era inferior ao atual, de 31.938 pesos argentinos, que no câmbio do dólar paralelo era de US$ 155. Agora, embora fosse cerca de US$ 20 a mais que o salário atual, a cesta básica de uma família valia quase o mesmo que o salário mínimo – assim como acontece atualmente. Da mesma forma, para comprar a cesta básica completa, também eram necessários mais de dois salários mínimos.

Brasil

A cesta básica mais cara do Brasildfd

*** Os números apresentados foram baseados na cotação do dólar às 18h20 em 4 de julho

O valor do salário mínimo no Brasil atualmente é de R$ 1.212, conforme a Medida Provisória publicada em 31 de dezembro do ano passado. Em dólares, o valor é de cerca de US$ 227.

Os preços da cesta básica no país variam de acordo com cada cidade. Segundo dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) do mês de maio, São Paulo é a cidade onde o conjunto de alimentos básicos teve o maior custo: cerca de R$ 777,93, ou US$ 145. Na sequência vem Florianópolis, com US$ 144 (R$ 772,07), Porto Alegre com US$ 144 (R$ 768,76), e Rio de Janeiro, com US$ 137 (R$ 135,76).

PUBLICIDADE

Ou seja, nas cidades mencionadas, um salário mínimo é suficiente para mais de uma cesta básica, mas menos de duas.

Chile

Um salário mínimo para seis cestas básicasdfd

*** Os números aqui apresentados foram baseados na cotação do dólar às 18h22 em 4 de julho

O Congresso chileno aprovou um reajuste do salário mínimo para 2022. A partir de 1º de maio, o salário passou retroativamente de 350 mil pesos chilenos para 380 mil pesos chilenos (ou cerca de US$ 410). No entanto, em 1º de agosto o valor passará para 400 mil pesos chilenos (ou US$ 432).

Segundo o Observatório Social do Ministério do Desenvolvimento Social e Familiar, a partir de maio a cesta básica familiar atingiu o valor mensal de 56.095 pesos chilenos por pessoa (US$ 60,58), sendo que um salário mínimo é suficiente para pagar 6 delas.

PUBLICIDADE

Qual era o panorama começo do ano?

Em 3 de janeiro deste ano, o salário mínimo era de 337 mil pesos chilenos, cerca de US$ 395,98 (usando uma taxa de câmbio de US$ 851,77 pesos chilenos por US$ 1). No entanto, de acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social do Chile, uma cesta básica para uma pessoa custava 50.071 pesos chilenos, então um salário mínimo era suficiente para pagar seis cestas. Nesse contexto, pode-se dizer que apesar do reajuste salarial para este ano, as mesmas seis cestas continuam sendo compradas com o salário base.

Colômbia

Um salário mínimo para adquirir duas cestas básicasdfd

*** Os números apresentados levam em consideração uma taxa de câmbio de 4.205,05 pesos colombianos por US$ 1, em 4 de julho às 11h.

O aumento do salário mínimo na Colômbia para 2022 foi o maior do país nos últimos 40 anos em termos reais, de 10,07%, ficando acima de 1 milhão de pesos colombianos, cerca de US$ 240. Além disso, o subsídio de transporte do governo é de 117.172 pesos colombianos (US$ 28,13). Assim, o salário mínimo total que inclui o auxílio é de 1.117.172 pesos colombianos (US$ 268,21).

Segundo o grupo de pesquisa da Associação de Bancos de Alimentos (Abaco), o custo de uma cesta básica para uma pessoa por mês é em média de 423.222 pesos colombianos (US$ 106,32), atendendo aos padrões nutricionais ótimos estabelecidos pelo Instituto Colombiano de Bem-estar Familiar (ICBF). Isso, sem contar outras despesas básicas essenciais.

PUBLICIDADE

Levando em conta esses dados, o salário mínimo atual da Colômbia seria suficiente para comprar duas cestas básicas.

Venezuela

Mais de 18 salários mínimos para uma única cesta básicadfd

Nicolás Maduro anunciou um novo aumento salarial para trabalhadores e pensionistas na Venezuela, fixado em meio Petro, o que corresponde a cerca de US$ 28. Petro é uma criptomoeda lançada pelo governo local e atrelada ao preço do petróleo. A moeda foi usada como referência por Maduro para o aumento dos salários.

PUBLICIDADE

O Observatório de Finanças da Venezuela (OVF) indica que o valor da cesta básica em maio atingiu um novo recorde, ficando em US$ 382.

Enquanto de acordo com o Centro de Documentação e Análise Social da Federação Venezuelana de Professores (Cendas-FVM), o preço da cesta básica na Venezuela ficou em US$ 477,52 em maio, no mês era necessário o equivalente a 18,99 salários mínimos para comprar uma cesta básica para uma média de cinco pessoas.

Qual era o panorama em janeiro?

O salário mínimo na Venezuela em janeiro era de 10 bolívares digitais (novo modo como a moeda local é expressa desde o final do ano passado), o que representava US$ 2,18 de renda mensal (com uma taxa de câmbio de 4,59 bolívares por US$ 1), de acordo com a taxa oficial do Banco Central da Venezuela (BCV) naquela época. O Centro de Documentação e Análise Social da Federação Venezuelana de Professores precificou a cesta básica em Caracas em US$ 340,21 no mês. Assim, um venezuelano precisava de 156 salários mínimos para comprar uma cesta básica.

PUBLICIDADE

México

Um salário mínimo para duas cestas básicas dfd

*** Os valores apresentados levam em consideração uma taxa de câmbio de US$ 20,28 pesos mexicanos por US$ 1, calculada às 16h00 em 4 de julho

O salário mínimo no México aumentou para 172,87 pesos por dia (cerca de US$ 8,53) em 2022, conforme anunciado pela Comissão Nacional de Salário Mínimo no final de 2021. Com isso, o salário mínimo geral deste ano é de 5.258 pesos mensais (US$ 259,30). Enquanto isso, o salário mínimo para a Zona Franca da Fronteira Norte é de 260,34 pesos por dia (US$ 12,84).

De acordo com o Conselho Nacional de Avaliação da Política de Desenvolvimento Social (Coneval), nas áreas urbanas do país são necessários 1.982 pesos (US$ 97,74) por mês por pessoa para pagar uma cesta básica individual, enquanto nas áreas rurais, 1.523 pesos (US$ 75,11) são necessários.

PUBLICIDADE

Consequentemente, o salário mínimo no México é suficiente para mais de duas cestas básicas, mas não para atender às necessidades de quatro pessoas.

– Esta notícia foi traduzida por Melina Flynn, Content Producer da Bloomberg Línea.

Veja mais em Bloomberg.com

Descubra o salário mínimo na Argentina e o custo de vida no país

Mulher com cabelos escuros e lisos, vestindo blazer preto e camiseta branca e segurando algumas notas de pesos argentinos

A economia da Argentina vem passando por momentos difíceis, que têm impactado a qualidade de vida e o trabalho de todos que moram no país. Com isso, é natural que o salário mínimo na Argentina também seja afetado, fazendo com que esteja entre os mais desvalorizados da América do Sul.

A expectativa dos economistas é que a inflação no país atinja 100,3% em 2022. Diante desse cenário, será que a Argentina é uma boa alternativa para quem quer trabalhar? Neste artigo, você vai descobrir qual é o salário mínimo na Argentina e como é o custo de vida no país. Confira!

Como está o custo de vida na Argentina em 2022?

O custo de vida na Argentina vai depender da cidade e região em que você decidir morar, além dos seus padrões de consumo. Para se ter ideia, as melhores regiões para morar são Rosário, Mendoza e Buenos Aires, mas também são locais com o custo de aluguel mais alto. Você pode pagar em torno de ARS 10.500 pesos para morar nessas regiões.

Uma passagem de ônibus custa em média em média ARS 14,25 pesos, mas você consegue economizar adquirindo o passe mensal por cerca de ARS 600 pesos. Além disso, com relação a alimentação, se você almoçar e jantar fora pode gastar entre ARS 800 e ARS 1.600 pesos por dia. Se optar por fazer compras para o mês, o custo com supermercado será menor. O custo médio da cesta básica é em torno de ARS 1.900 pesos.

Contabilizando todos esses gastos e outras despesas, como gastos com energia, água, gás, internet etc., um morador pode ter um custo mensal superior a ARS 55.000 pesos.

salario minimo na argentina 1024x683 - Descubra o salário mínimo na Argentina e o custo de vida no país

Qual o salário mínimo Argentina 2022?

O salário mínimo na Argentina foi definido em ARS 47.850 pesos a partir de agosto de 2022. O cálculo usa como base a carga horária de trabalho semanal de 40 horas, mas o trabalhador também pode receber acréscimos relacionados com vales e gratificações. Além disso, pode variar de acordo com o segmento de atuação da empresa.

O salário também pode sofrer reajustes a depender da cidade em que o trabalhador mora. Entre algumas cidades, o salário pode apresentar leves alterações, por causa do desenvolvimento econômico. É o que acontece em Buenos Aires, em comparação com outras cidades.

No entanto, conforme já mostramos no tópico anterior, cidades mais desenvolvidas economicamente costumam ter um custo de vida mais alto.

Qual o valor de 1 kg de carne na Argentina?

Para se ter ideia do custo de vida, comparado com o valor do salário, na Argentina, 1 kg de carne custa ARS 999.000, o equivalente a seis dólares ou a metade do valor que os brasileiros pagam pela mesma quantidade de carne no Brasil.

Qual o salário médio na Argentina?

Outra forma de pagamento por trabalho na Argentina é por hora. Para identificar qual é o valor pago por hora, é só dividir a quantidade de horas trabalhadas pelo valor total do salário. No entanto, até dezembro de 2022, a estimativa é que os argentinos passem a receber ARS 135 por hora. Um incremento que pode valorizar o salário mínimo.

É possível viver na Argentina ganhando um salário mínimo?

Viver na Argentina ganhando um salário mínimo vai depender de uma série de fatores. É importante escolher uma região em que os aluguéis e o custo de vida seja mais baixo. Será necessário evitar os custos altos com contratação de serviços, passeios, alimentação etc.

Vale lembrar que o país oferece serviço de saúde, o transporte e os serviços de educação do país são de ótima qualidade, mas também geram um custo. Por isso, se o seu objetivo é usar alguns desses serviços, é importante considerá-los no orçamento ou ter uma reserva para casos de emergência.

Uma boa solução para viver na Argentina com uma boa qualidade de vida e sem precisar fazer tantas economias é prestar serviços para outros países. O Brasil e os países que pagam em dólar são boas opções para manter uma pessoa que quer viver bem na Argentina.

Outra opção é se informar sobre quais são as profissões que melhor pagam no país e investir em uma formação para concorrer às vagas em aberto. Continue acompanhando o blog da Remessa Online e fique por dentro de todos esses assuntos.

Resumindo

Qual o salário mínimo Argentina 2022?

O salário mínimo na Argentina foi definido em ARS 47.850 pesos a partir de agosto de 2022. O cálculo usa como base a carga horária de trabalho semanal de 40 horas, mas o trabalhador também pode receber acréscimos relacionados com vales e gratificações. Além disso, pode variar de acordo com o segmento de atuação da empresa.

Qual o valor de 1 kg de carne na Argentina?

Na Argentina, 1 kg de carne custa ARS 999.000, o equivalente a seis dólares ou a metade do valor que os brasileiros pagam pela mesma quantidade de carne no Brasil.

Como está o custo de vida na Argentina em 2022?

Contabilizando todos esses gastos e outras despesas, como gastos com energia, água, gás, internet etc., um morador pode ter um custo mensal superior a ARS 55.000 pesos.

Categorias FAQ

Deixe um comentário